Arquivo de dezembro 15America/Sao_Paulo 2020

Estudantes do bairro Pioneiro e Murucupi criam projetos socioambientais e podem representar Barcarena em concurso nacional

Postado por saofrancisco em 15/dez/2020 - Sem Comentários

Após conhecer todos os setores da Águas de São Francisco, os dez participantes concluíram a segunda etapa do Projeto Pioneiros, onde elaboraram projetos socioambientais e apresentaram suas propostas para a banca examinadora. Em parceria com as lideranças comunitárias dos bairros Murucupi e Pioneiro, o Projeto segue para a fase nacional e os melhores trabalhos podem representar Barcarena em concurso nacional do grupo Aegea.

A iniciativa objetiva combater a evasão escolar e apresentar os participantes ao mercado de trabalho. Desde setembro, seguindo as recomendações do ministério da saúde contra a COVID-19, reuniões virtuais estavam sendo realizadas proporcionando que cada participante conhecesse todos os setores da empresa. Para facilitar o acesso, a empresa cedeu 01 tablet e dados móveis para cada participante.

“Resumidamente, os jovens mergulharam no mundo corporativo sem sair de casa. Eles conheceram todos os nossos setores, assim como suas especificidades. Desafiamos cada um a formular projeto socioambiental. Sem qualquer desistência, os dez defenderam projetos sensacionais e de enorme importância para a sociedade; e chegaram a fase final. Esperamos que Barcarena seja bem representada no concurso nacional”, comentou Cleyson Jacomini, diretor presidente da Águas de São Francisco.

A fase nacional engloba várias empresas do Aegea Saneamento, onde cada regional escolherá os três melhores trabalhos. A Águas de São Francisco, em Barcarena, faz parte da Regional 3 junto com a Águas de Timon no Maranhão, e Águas de Teresina no Piauí.

Os projetos

Dois projetos propuseram o reaproveitamento da água da chuva para o uso em atividades domésticas, economizando o consumo da água tratada e diminuindo o valor da fatura mensal de água. Outro trabalho defende o reuso do caroço de açaí, transformando-o em adubo e fomentando o crescimento vegetativo do município.

Já para o consumo desacelerado do papel, um dos trabalhos sugeriu a criação do papel semente, onde em sua composição teria micro sementes e por consequência, ao ser descartado no meio ambiente, a natureza transformaria em árvores. Por último, ao perceber a problemática de lixo espalhados pelas vias dos bairros, as jovens autoras sugeriram a transformação de pneus usados em cestos de lixo, transformando positivamente o cenário do bairro.

“É a realização de um sonho” diz Líder Comunitário do Novo Paraíso ao ver bairro recebendo implantação de rede de água

Postado por saofrancisco em 11/dez/2020 - Sem Comentários

A Águas de São Francisco iniciou a implantação de rede de água no bairro Novo Paraíso, em Barcarena. Por meio do Projeto Água Pai D’égua, iniciativa da concessionária, as equipes multitarefas realizam mutirões de serviços instantâneos levando água para centenas de moradores que antes não contavam com abastecimento.

O Líder Comunitário do bairro, em conversa com a equipe da empresa, revelou que ver obras de saneamento nas ruas do bairro está sendo a realização de um sonho. “Basta conversar com algumas famílias para notar o desejo dos moradores em ter água tratada nos chuveiros e nas torneiras. Há famílias que tem poço artesiano, mas não cofiam em consumir. Outras, nem poço tem e dependem diariamente do vizinho. Além da qualidade de vida, benefícios como a valorização do imóvel e garantia da saúde serão agregados”, relatou o líder comunitário, Raimundo Nonato.

Novo Paraíso, que tem aproximadamente 1.300 famílias, segundo a Comissão Comunitária do bairro, é abastecido pelo Sistema Pioneiro, que também abastece os bairros Bom Futuro, Burajuba, Laranjal, Murucupi, Novo Horizonte, Sítio Conceição e Pioneiro. “Ter água encanada como outras pessoas que eu conheço é me sentir parte de uma população que todo dia lava roupa, lava louça, toma banho normalmente, sem preocupação. Teve vezes que já passei 20 dias sem água porque queimou a bomba da pessoa que me cede”, relata Nara Silva, moradora do bairro.

“Nossas equipes já atuaram no Murucupi, Sítio Conceição, Pioneiro e está trabalhando consecutivamente, no Laranjal. Estamos trabalhando há mais de ano buscando regularizar toda a área com foco principalmente nas perdas, consequência de vazamentos e irregularidades. Isso impacta no fornecimento, mas o Projeto busca, em um futuro próximo, um abastecimento contínuo e ininterrupto”, explica Reinaldo Leão, coordenador do Projeto.

O que é o projeto Água Pai D’égua?

Os bairros recebem equipes multitarefa da Águas de São Francisco, que atuam com melhorias como extensão de rede, combate aos vazamentos, padronização de ligações, fiscalização de irregularidades, negociação de débitos e cadastro de Tarifa Social.