Arquivo de outubro 22America/Sao_Paulo 2020

Em Barcarena, Tarifa Social de água e esgoto concede desconto de 50% para famílias de baixa renda

Postado por saofrancisco em 22/out/2020 - Sem Comentários

A Tarifa Social é um benefício para famílias de baixa renda, que facilita o acesso aos serviços de saneamento com desconto de 50% na fatura, conforme Lei Municipal nº 2179/2016. Em Barcarena, mais de 370 famílias contam com o benefício.

Para ter acesso ao benefício, a família deve estar inscrita no Cadastro Único para programas Sociais do governo federal; a renda familiar não pode ser superior a um salário mínimo, por morador, acima de 18 anos. Outro quesito é que o usuário deve ter um único imóvel, e este destinado exclusivamente à moradia.

Outra medida necessária é que a residência deve consumir no máximo 200kwh/mês de energia elétrica e um consumo mensal de água tratada menor ou igual a 20m³ (20 mil litros). Além disso, a fonte de abastecimento de água deve ser exclusivamente a fornecida pela concessionária, não podendo, portanto, haver abastecimento por poços rasos individuais. O usuário não pode ter débitos com a Águas de São Francisco.

Os usuários que estiverem aptos, podem entrar em contato com a Águas de São Francisco por meio dos canais de atendimento, que são gratuitos e funcionam 24 horas, inclusive aos finais de semana e feriados.

Como solicitar

 Por conta da pandemia, todos os serviços da Águas de São Francisco estão disponíveis nos canais online e telefônico. Ligue 0800 933 1000 ou use o WhatsApp (91) 99174-5940. O usuário também pode enviar a documentação necessária para o e-mail atendimento.asf@aguasdesaofrancisco.com.br.

Recadastro

De acordo com o que prevê a legislação vigente, cabe ao usuário atualizar o cadastro anualmente junto à concessionária, para garantir a continuidade do benefício. Dessa forma, a Águas de São Francisco orienta que os beneficiários procedam com a atualização dos dados, facilitando o contato por telefone ou canais digitais.

 Documentação necessária

 – RG e CPF do titular;

– Fatura atualizada de energia elétrica (últimos 3 meses);

– Número do NIS Inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais (Cad. Único).

Projeto da Águas de São Francisco chega ao bairro Laranjal e vai levar água tratada para 4.500 moradores

Postado por saofrancisco em 15/out/2020 - Sem Comentários

O projeto Água Pai D´égua chegou ao bairro Laranjal nesta semana. As equipes multitarefas iniciaram as obras que tem a expectativa de levar água tratada e de qualidade para cerca de 4.500 pessoas, que passarão a ter rede de água disponível e serão beneficiadas com mais qualidade de vida. Serão mais de 7 mil metros de rede nova de água.

O investimento faz parte do plano de ação de melhoria da concessionária. “Já atuamos em sete bairros do município com o Água Pai D’égua e os resultados foram satisfatórios. Nosso objetivo é levar água com regularidade para todos os usuários e estamos trabalhando fortemente na retirada de irregularidades e combate às perdas”, explica Reinaldo Leão, responsável pelo Projeto Água Pai D’égua.

Antes de iniciar as obras no bairro, a concessionária recebeu dois representantes da comissão comunitária do Laranjal, cumprindo com todas as medidas de segurança contra a COVID-19. A recomposição asfáltica nos trechos onde houve intervenção será realizada por empresa especializada, que os entregará em condições similares as que foram recebidas. A Águas de São Francisco solicita a compreensão da população quanto aos desconfortos momentâneos e reforça que os benefícios são duradouros.

O que é o Água Pai D´égua?

Projeto da Águas de São Francisco no qual os bairros recebem equipes multitarefa, que atuam com melhorias como extensão de rede, combate aos vazamentos, padronização de ligações, fiscalização de irregularidades, negociação de débitos e cadastro de Tarifa Social. As ações visam regularizar todas as ligações, garantindo água tratada e contínua para todos.

Chega a 5.400 o número de beneficiados com esgotamento sanitário em Vila dos Cabanos

Postado por saofrancisco em 14/out/2020 - Sem Comentários

A Águas de São Francisco realizou nova interligação de redes de esgoto à Estação de Tratamento de Esgoto de Vila dos Cabanos – ETE Cabanos, em Barcarena. Com as novas interligações chega a 5.400 o número de beneficiados que passam a contar com esgotamento sanitário na cidade.

Foram implantados coletores-troncos, que são tubulações de grande porte responsáveis por receber esgoto de tubulações menores e transportar os dejetos até a ETE Cabanos para o tratamento.

A interligação foi realizada na Rua Nove de Março entre Avenida Eduardo Angelim e Avenida Cônego Batista Campo em Vila dos Cabanos. “Para garantir maior performance nas ações de implantação estamos atuando com sistema de bacias. Interligamos as duas primeiras. A bacia 2 continua em processo de implantação”, explica Fernando Teles, coordenador da empresa.

Com capacidade para tratar a cada hora 18 mil litros de dejetos a Estação de Tratamento de Esgoto proporciona a devolução de efluentes ao meio ambiente em condições adequadas, refletindo em melhores condições sanitárias, reduzindo doenças e possibilitando melhor qualidade de vida.

“Desde final de 2019, após a implantação da ETE Cabanos, estamos trabalhando na ampliação da cobertura da rede de esgoto na cidade. Vamos continuar focados em concluir a segunda bacia, que compreende todo o trecho entre a avenida Cônego Batista Campos e a rua Romão da Graça Forte, dando continuidade as interligações de redes, execução de coletores tronco e de interceptores, que são aplicações necessárias para escoamento dos dejetos até a ETE”, finaliza Fernando Teles.

Agentes da Semade visitam as instalações da ETE Cabanos

Postado por saofrancisco em 01/out/2020 - Sem Comentários

Agentes da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico de Barcarena visitaram, na manhã desta quinta-feira (01), as instalações da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE Cabanos). A programação faz parte do Programa Portas Abertas, onde a concessionária proporciona que a comunidade barcarenense conheça de perto o fluxo da empresa.

O momento proporcionou conhecimento de todo o processo realizado para o tratamento de esgoto, desde a chegada dos dejetos à ETE até o emissário final, quando o efluente já tratado é devolvido para a natureza, de forma adequada, pelo rio Murucupi.

A troca de conhecimentos perspectivas de projetos também tiveram espaço durante a visita. Os agentes tiveram as dúvidas respondidas pela equipe de coordenação que acompanhou toda a visitação.